Doenças típicas da Primavera

Blog de crisete :PUERICULTURA, Doenças típicas da Primavera
SAIBA COMO PREVENI-LAS

Na primavera devemos  guardar as roupas quentes e de nos prepararmos para uma das Estações mais divertidas e coloridas do ano. No entanto, também não é menos verdade que algumas das doenças infantis são tipicamente sazonais e desenvolvem-se na Primavera. Saiba quais são, os sintomas, as formas de tratamento e os conselhos do pediatra Dr. Armando Fernandes.

Quais as típicas doenças da Primavera nas crianças?

Quando falamos de Primavera, em termos de doenças infantis, um grupo de doenças vem-nos imediatamente à cabeça, como as chamadas doenças alérgicas (rinites, conjuntivites, reacções alérgicas a picada de insectos, etc.). Claro que existem muitas outras situações, nomeadamente algumas doenças virais e bacterianas (varicela, gastroenterite, meningite (viral ou bacteriana (meningococos), entre outras.

Como prevenir as doenças e promover a saúde dos bebés nesta nova Estação?

Com a chegada da Primavera aumenta a permanência em ambientes exteriores e, particularmente, a prática de actividades lúdicas e desportivas ao ar livre. As condições climáticas, propícias à floração de muitas plantas, favorecem a libertação de grande quantidade de grãos de pólen, capazes de sensibilizar crianças atópicas ou desencadear a ocorrência de manifestações clínicas em doentes com alergias. No que respeita às alergias, poderemos referir algumas medidas preventivas:

- Não agasalhar demasiado as crianças;

- Evitar os tecidos sintéticos e as lãs em contacto com a pele (optar sempre que possível por roupas de algodão);

- Evitar situações de contactos com pó, penas, pêlos, pólenes, tintas, etc.;

- Evitar muitos contactos com animais de penas ou de pêlos (periquitos, gatos, cão, etc.);

- Evitar o fumo do tabaco (em casa ou em outros locais);

- Não viajar de carro com as janelas abertas (principalmente se o bebé é alérgico aos pólenes);

- Em zonas rurais, evitar sair à rua a partir das 12:00 h – pico de polinização – (principalmente se a criança for alérgica aos pólenes);

- Nas cidades evitar sair à rua ao fim da tarde por causa da poluição.

Quais as formas de diagnóstico de cada uma delas?

O diagnóstico deve ser realizado por um pediatra ou por outro especialista com experiência e sensibilidade para lidar com crianças. Por vezes, o diagnóstico é essencialmente clínico (por exemplo, no caso da varicela). Outras vezes, exige a realização de exames complementares de diagnóstico para confirmar um diagnóstico presuntivo (por exemplo, no caso da meningite).

Quais as medidas de tratamento?

O tratamento vai depender de cada doença específica e deverá ser personalizada a cada criança, pelo que deverá ser orientada por pediatras ou outros especialistas com experiência e sensibilidade para lidar com crianças.

Podemos afirmar que as doenças sazonais desenvolvem-se conforme a mudança de estações?

Certamente! A título de exemplo poderemos referir que as rinites alérgicas são tipicamente doenças que ocorrem na primavera. As meningites a meningococos são mais frequentes no Outono e na Primavera.

Quais as maiores queixas nas suas consultas nesta época?

A minha casuística particular é globalmente concordante com o que já foi dito. Contudo, cada vez tenho menos utentes com varicela ou com gastroenterites por rotavírus porque incentivo todos os pais a vacinarem os filhos contra os agentes que provocam as referidas doenças (ver caixa sobre a vacina do rotavírus).

Site: www.sapo.pt

Nota: Esse texto está na grafia original (PORTUGAL).

crianças, doenças, primavera, roupas

domingo 22 março 2009 13:07



1 Fan

Nenhum comentário Doenças típicas da Primavera



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (174.129.103.100) para se identificar     



Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para crisete

Precisa estar conectado para adicionar crisete para os seus amigos

 
Criar um blog